Publicidade

Publicidade
ÚLTIMA HORA

CONHEÇA A CURIOSA HISTÓRIA DA IGREJA ESCONDIDA DE ALMOFALA NO CEARÁ

A igreja de Nossa Senhora da Conceição ficou soterrada embaixo da areia por 45 anos (Foto: Marcos Mesquita/Sobral em Foco)
A igreja de Nossa Senhora da Conceição, que fica no distrito de Almofala, no município de Iratema, litoral Oeste do Ceará, a 143 quilômetros de Sobral, é um dos templos católicos mais antigos do Ceará e guarda a história mais curiosa de todas as igrejas do brasil.

Veja o vídeo na reportagem da Nordestv/Band:



Moradores contam que no século XVIII uma imagem da Santa foi encontrada no mar de Almofala por índios tremembés durante uma pescaria. Eles ergueram uma capela de madeira e palhas para cultuar a imagem. O caso despertou o interesse dos colonizadores. “Os Portugueses andavam no litoral cearense e tiveram a notícia de que os índios haviam encontrado essa imagem e resolveram fazer uma troca: Eles levariam a imagem de Nossa Senhora da Conceição que eles [índios] acharam na praia e trariam uma igreja em alvenaria e padres jesuítas para catequisar os índios”, relata o guia turístico Geraldo Neves.

A igreja foi erguida com “a força de trabalho indígena”, de acordo com o guia, mas em 1897, a força do vento começou a levar a areia de uma duna móvel para dentro do templo. Um ano depois, tudo ficou encoberto pela areia. E assim, a igreja permaneceu escondida por quase meio século. A areia também cobriu as moradias dos indígenas que acabaram se mudando para a localidade de Lagoa Seca, onde passaram parte de suas vidas.

Os doze mil habitantes de Almofala preservam as histórias que ouviram de seus antepassados. A aposentada Rita Oliveira relembra com orgulho que a mãe foi uma das primeiras moradoras da antiga vila de pescadores a encontrar a igreja escondida. “Ela disse que vinham brincar em cima desse grandioso morro que existia e um dia toparam naquela torrezinha que tem lá em cima. Aí começaram a puxar a areia e foram descobrindo”.

Do desaparecimento da igreja até o seu reaparecimento se passaram 45 anos, até que a própria natureza decidisse devolvê-la aos moradores em 1943. Foi aí que a comunidade de Almofala decidiu dar uma forcinha e colocar a mão na massa. Dois anos depois, em 1945, o templo estava totalmente à mostra.

Neves conta que o vento se encarregou de retirar a areia que estava sobre a igreja. Contudo, a parte que estava no interior dela foi removida pelos moradores, muitos dos quais regressavam de Lagoa Seca para Almofala com a notícia. “Como os moradores trabalhavam durante o dia, a limpeza do templo era realizada somente à noite”, explicou o guia.

Seu Joaquim Tomáz, com 90 anos, é um dos moradores mais antigos do lugar. Ele era criança na época em que a igreja foi descoberta e ajudou na retirada da areia. “Nós retirávamos a areia com umas cuias. Os adultos retiravam a areia com cuias maiores e nós, que éramos meninos, utilizávamos cuias menores”, relembra o aposentado.

A igreja foi tombada pelo Patrimônio Histórico e Artística Nacional (IPHAN) e passou por uma ampla reforma. Estudos minuciosos foram realizados para que as características originais fossem preservadas. O arco em pedra arenito – uma mistura de areia, conchas e óleo de baleia – ainda é o mesmo da época da fundação.

Muito mais ainda há por se descobrir quando sentamos para conversar com os moradores antigos de Almofala. Se para nós essa história aguça a curiosidade, para eles cada detalhe fortalece a fé. “Sei que é uma obra dada por Deus”, definiu dona Rita Oliveira.


  • Blogger Comments
  • Facebook Comments
Item Reviewed: CONHEÇA A CURIOSA HISTÓRIA DA IGREJA ESCONDIDA DE ALMOFALA NO CEARÁ Rating: 5 Reviewed By: SOBRAL EM FOCO